25.8.12

Till it eats the heart from your soul..

 Desculpas são pretextos nos quais nos inserimos para evitar algum o domínio de realidade na vida. Criamos, pensamos, estruturamos e nos enganamos. E mesmo que isso nos prenda em algo bom ou ruim, nunca vai ser de verdade. Apalpável.
 O problema é se perder dentro de suas próprias invenções, caminhos meticulosos que desembocam em labirintos e, em teoria, mascaram a entrada para um outro lado mais difícil (muitas vezes só por aparência). A gente não sabe mais o que já estava ou não no caminho e construimos inseguranças, obstáculos falsos, nos armando de qualquer recurso que estiver a mão. E aí já era. Está tudo misturado.  
  Podemos até fingir permanência em alguns aspéctos, mas garanto que de permantes não terão nada. De tantas promessas, feitas, desfeitas, esquecidas ou até relembradas, no fim o que resta é o que foi feito. Então mesmo que deixemos para a semana que vem, mês que vem, futuro que vem, elas não vão se realizar se não forem colocadas pra fora do imaginário.
   É assim que a vida funiciona, matéria não é feita de suposições.

Trilha sonora: Silent Sigh - Badly Drown Boy

Au revoir!

2 comentários:

Oiii eu vi vc na batalha de makes da capricho, vc é muito fofa, e seus vídeos e seu blog são d++++!

Se puder visita o meu blog: http://glitterebabados.blogspot.com.br/

Beijos Cheios de Gloss
Amanda
Alice, adorei. Você não é só um rostinho lindo pra caramba!

Um beijão :)

Camila - Ninho de Fogo

Postar um comentário

votre avis