28.12.10

Quase, quase..

Já é quase janeiro e eu finalmente estou me dando conta de que eu realmente vou morar fora por seis meses! Isso é muito louco, porque eu sinto como se ainda não tivesse caído a ficha.. Ao mesmo tempo eu estou muito animada, com medo, ansiosa, assustada, enfim.. Tudo isso vem de uma vez na minha cabeça e a cada dia só piora! Como se fosse ruim, né?
Bom, eu recebi as informações sobre a minha família canadense há mais ou menos uma semana, e estou enlouquecendo desde então. Os pais se chamam Johanne e Roland (Ron), eles tem cinco filhos, mas só uma mora com eles (os outros já tem mais de 21 anos), a Rachel, que tem a minha idade (:
O que mais me animou nessa história toda foi que uns dois dias atrás eu recebi uma mensagem no Facebook de uma menina alemã chamada Kira. Ela me disse que era estudante de intercâmbio e que estava com a família da Rachel há quatro meses. Ela vai embora no final de fevereiro, mas nós vamos morar juntas por quase um mês!
Eu não poderia estar mais feliz. Nós conversamos um monte naquele dia, e temos nos comunicado através das mensagens. Por lá ela me conta sobre o quão legal a família é, as dificuldades e as facilidades que ela tem no intercâmbio, e várias outras coisas. A minha sorte é que a gente se deu super bem, mas eu ainda espero uma resposta do e-mail que eu mandei para Johanne e a mensagem para a Rachel.. Já fazem uns quatro dias.
Eu sei, essas coisas levam tempo, principalmente no fim de ano. Mas se vocês forem pré-intercambistas vão me entender!
Acho que tudo isso só me deixou mais empolgada para começar o video blog no Youtube contando sobre a minha experiência como intercambista (e pré!), mas, quando eu decidir, atualizo todos os detalhes por aqui.
Bom, como contraponto, eu fiquei um pouco nervosa com um detalhe: Eu saio daqui no dia 28 de janeiro  à noite, o que significa que eu vou chegar em Montreal no dia 29. Acontece que nesse mesmo dia vai acontecer a festa de dezesseis anos da Rachel (os esperados Sweet Sixteen) e a casa inteira vai estar uma loucura!
Ou seja, eu vou chegar lá, provavelmente acabada do vôo longo, e encontrar todo mundo numa super correria, arrumando a casa e conhecer de cara todos os amigos da minha host-sister. É, eu ainda estou um pouco em choque, mas tudo bem, isso vai acabar só adicionando para a minha experiência. E com certeza vai render muitas histórias engraçadas para eu contar depois.
Espero que dê tudo certo.

1 comentários:

Também estou quase pronto para me intercâmbio

Postar um comentário

votre avis