26.12.10

Típico

Hoje é um daqueles dias nada construtivos em que você acorda ao meio dia,  nem se dá ao trabalho de tomar café, passa horas deitada passando de canal em canal assistindo trechos de filmes que você já viu e no final acaba ainda de pijama, no mesmo lugar, com uma xícara de chá quente e o laptop estrategicamente posicionados para você não ter de fazer nenhum movimento brusco. O celular está na cabeceira e os seus ouvidos só esperam o bip anunciando uma mensagem. No computador, o e-mail, o Facebook e o Tumblr estão abertos em abas paralelas, que, eventualmente são acessadas, com esperança de alguma atualização.
E nada acontece. Nada.
Você realmente espera que algo repentino suceda e o seu dia mude completamente. Um convite para um encontro, ou talvez uma festa. Uma ligação inesperada de um amigo de infância, um vizinho surpreendentemente lindo pedindo açúcar, algum sinal de que alguém realmente está lendo seu blog.
Qualquer coisa.
Mas você está com preguiça demais para pensar nisso tudo.
Você até considera levantar da cama, tentar fazer alguma coisa nova. Mas os 55 minutos que você tinha que esperar para continuar vendo a sua série preferida online já se passaram, e, naturalmente, você acaba esquecendo de tudo isso e volta a sua imersão virtual.
É, mais uma vez eu fiz o que sempre me prometo que não vou fazer de novo. Já passa da meia noite e eu ainda não terminei meu chai latte. Já estou quase no fim da última temporada de America's Next Top Model (que comecei a ver hoje) e estou sem forças para ir lavar o rosto e dar comida para o meu cachorro, o Stinky.
Ainda sim, estou orgulhosa do único esforço consideravelmente razoável  que fui capaz de fazer hoje: A minha lista de resoluções para o ano novo. Escrita à mão em duas folhas do meu antigo caderno de filosofia e agora colada na parede do meu quarto, sob o espelho da penteadeira.
Esse é exatamente o tipo de coisa que me deixa motivada a levantar a bunda do colchão e ir ser um pouco mais útil fora de casa. Mesmo que não seja hoje.
Eu ao menos estou aliviada de saber que daqui a mais ou menos um mês alguns itens já vão ter "tiques" à sua direita e os dias como esse vão ser mais raros. Bom, pelo menos esse é o primeiro tópico da minha lista: Correr atrás do que eu quero!

1 comentários:

Postar um comentário

votre avis